O drama da água no RJ em 4 atos

SUJEIRA NA ÁGUA – Importante saber antes de tudo que a Cedae teve lucro histórico de R$ 832 milhões em 2018. Lucro (https://glo.bo/38g27qO). Mesmo assim, o foco do governo Witzel foi desmontar a estatal para vendê-la. Em março do ano passado, logo no começo do novo governo, foram demitidos 54 funcionários de carreira, entre eles 38 engenheiros, 5 analistas da qualidade de água, 1 geólogo (http://bit.ly/389rx9y). Segundo o funcionário da Cedae Ary Girota, a demissão foi um verdadeiro desmonte de um corpo técnico experiente que levou mais de 10 anos para ser consolidado (http://bit.ly/30toxT9).

Em abril, as consequências já começavam a aparecer com 30 mil reclamações no Procon. Em entrevista à agência de notícias EBC, Witzel falou: “Se você privatiza algo que está ruim, vai ter preço ruim” (http://bit.ly/2uR9TJn).

Desde agosto do ano passado, o governador do Rio vem falando aberta e frequentemente na privatização da Cedae (ago/g1: https://glo.bo/38btvq7; out/governo: http://bit.ly/2FSYds5). Resultado do desmonte: Desde 6 de janeiro, 69 bairros da capital carioca e seis municípios da Baixada Fluminense começaram a receber água marrom, com mau cheiro e gosto ruim. Água potável não tem cor, nem cheiro, muito menos sabor. O que está acontecendo é muito sério e coloca em risco a saúde da população. São 9 milhões de pessoas no Rio sendo abastecidas com água suja.

Além da demissão de quem entendia do assunto, o professor da UFRJ Isaac Volschan lembra que a qualidade da água também é resultado das péssimas condições ambientais de toda bacia hidrográfica do Guandu. Estudos da UFRRJ mostram que a degradação da área é assustadora e sem controle.

Além de propriedades rurais em área irregular que causam contaminação por agrotóxicos na água, há também ocupações irregulares de trabalhadores, indústrias e muita área de pastagem. Você leu bem: tem gado em Área de Preservação Permanente que abastece a cidade.

É muito esgoto de tudo, doméstico, industrial e do agronegócio. Esgoto sem tratamento que cai na bacia, dia após dia, por pura falta de fiscalização séria, punição de acordo com a lei e proteção do manancial.

O presidente da Cedae tenta acalmar a população e diz que a água está suja só por causa de uma alga, a geosmina, e que não apresenta risco. Como assim? Água potável não tem cor, cheiro, gosto e muito menos algas ou quaisquer microorganismos.

O Ministério Público já fez uma coleta da água para análise laboratorial e apresentará resultados no fim do mês, apresentando nível de resíduos variados e também coliformes fecais.

Linha do tempo:
MARÇO: “Presidente da Cedae não explica demissão de 54 engenheiros da estatal” – março, 2019: http://bit.ly/389rx9y
“Governo do Rio quer organizar porto e Cedae antes de privatizar”, Agência Brasil/EBC: http://bit.ly/2uR9TJn
JUNHO: “Lucro da Cedae triplica, mas serviço piora e problemas também aumentam” – O Globo, junho/2019: https://glo.bo/38g27qO
AGOSTO: “Witzel diz que modelo de privatização da Cedae deve ser anunciado até dezembro” – G1, agosto/2019 – https://glo.bo/38btvq7
OUTUBRO – “Witzel diz que privatização da Cedae vai acelerar saneamento” – Agencia Brasil/EBC – outubro,2019: http://bit.ly/2FSYds5
JANEIRO/2020: “Cedae pode dobrar de valor antes da privatização”- Valor, 03/janeiro: https://glo.bo/2NxIwdY
“Problema da Cedae não é água, é administração escolhida pelo governo, diz funcionário” – janeiro/2020: http://bit.ly/30toxT9
“Água suja no RJ: MP coleta amostra em estação da Cedae” – IstoÉ, 14/01/2020: http://bit.ly/2NxaarH

Saiba mais:
“A problemática ambiental na bacia hidrográfica do rio Guandu: desafios para a gestão dos recursos hídricos” – USP:http://bit.ly/2tqTsDc
“Estratificação e Caracterização Ambiental da Área
de Preservação Permanente do Rio Guandu, RJ” – Samara Salamene UFRRJ – Mestre em Ciências: http://bit.ly/38cWr0O

#desmonteCedae#corpotécnicoCedae#engenheirosCedae#lucro#privatização#aguasuja#aguapotável#cedae#guandu#manancial#app#saneamentojá

Fonte: Água Sua Linda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *