Paulo Guedes: abesta do apocalipse dos serviços públicos

O ministério da Economia, comandado por Paulo Guedes, fechou um plano que definiu o destino das mais de 130 estatais brasileiras. As empresas foram divididas em três grupos: as que serão mantidas, as que serão fechadas e as que serão vendidas.
 
Segundo o jornal O Globo, envolvidos nos estudos afirmam que os Correios e a Eletrobrás fazem parte do último grupo. A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) deve mantida, mas em um tamanho muito menor que o atual.
 
A equipe de Paulo Guedes pretende dar início às privatizações após a reforma da Previdência for aprovada.
 
Saneamento
 
Paulo Guedes assinou nesta segunda-feira, dia 1o/07, o texto do projeto de lei que transforma a Agência Nacional de Águas (ANA) no órgão responsável por regular o setor de saneamento do país.
 
O texto foi enviado ao ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, que deverá revisar e encaminhar à Casa Civil.
 
O projeto pede que a ANA passe a editar normas e diretrizes para saneamento.
 
A medida fazia parte do marco do saneamento que tramita no Congresso, mas foi separada após o Senado considerar juridicamente impróprio que deputados e senadores estipulem regras para agências reguladoras.
 
Com informações do Brasil 247 e Revista Época

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *