Governo Temer corta R$ 2 bilhões de verba de saneamento básico

Com o corte fica mais distante a universalização do saneamento no país, por isso, nossa luta não pode ter trégua: água e saneamento são direitos!

O governo Temer reduziu de R$ 6 bilhões para R$ 4 bilhões a verba do FGTS disponível para projetos de saneamento básico neste ano.

Segundo o secretário nacional de saneamento, Adailton Trindade, “O histórico de contratação realmente é ruim. Como [o setor de] habitação demandava dinheiro, houve um remanejamento”,

Reportagem do jornal Folha de S. Paulo, desta quarta-feira (28/11), levanta que até o fim de agosto foram contratados R$ 783,26 milhões. A única captação da iniciativa privada, de R$ 130,8 milhões, foi para um empreendimento em Ribeirão Preto (SP). Outros R$ 584 milhões deverão ser liberados ainda neste ano.

“Demanda até existe, mas as empresas públicas enfrentam dificuldades de pagamento, e não temos visto grandes concessões nos últimos anos”, afirma o secretário, que acrescenta: “Esperamos divulgar o orçamento para 2019 até meados de dezembro, mas a expectativa é manter em R$ 6 bilhões”. (fonte: Folha de S. Paulo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *