Entidades respondem à intenção de privatização da Sabesp

A intenção do governo de São Paulo de privatizar a Sabesp – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – revelada como prioridade por Rodrigo Maia, durante posse como secretário de Projetos e Ações Estratégicas do governo de paulista, no último dia 20/8, foi de imediato repudiada por entidades de representação de trabalhadores do setor de saneamento e que defendem o saneamento público e universal, entre as quais a FNU – Federação Nacional dos Urbanitários.

Em carta à sociedade, as entidades repudiam qualquer iniciativa de privatização ou concessão da Sabesp, que é uma empresa que pertence à população e que é amplamente superavitária.

Leia a carta na íntegra:
Simbolismo e Obsessão na Privatização da Sabesp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *