Relatório PPR 2019 segue para aprovação pelo Conselho de Administração CAERN

A Comissão do Programa de Participação nos Resultados (PPR) se reuniu quinta-feira (30) para apresentação dos resultados referentes a 2019 nas três dimensões. O prazo limite para pagamento do prêmio é 30 de abril. Na sexta-feira (31) os resultados foram apresentados à diretoria executiva e, por último, dependem da aprovação pelo Conselho de Administração da Caern, para serem divulgados. Representaram o Sindágua/RN na reunião da comissão os diretores Rosendo Bezerra e Dióginis Azevedo.

Alguns pontos positivos foram ressaltados durante o encontro. Nesta edição, todas as regionais atingiram o refaturamento, além de terem conseguido diminuir o consumo de energia em relação a 2018. As Regionais Seridó e Alto Oeste tiveram um desempenho melhor do que o ano anterior, em função da volta de alguns sistemas de abastecimento que se encontravam em colapso.

Sobre o valor do PPR 2019, a Dimensão-1 que aprecia a arrecadação de cada município, é o principal fator de cálculo do percentual final a ser pago. Na D-2, quatro dos 11 indicadores gerais da Caern foram alcançados e na D-3, composta por projetos que impactam diretamente no aumento da arrecadação, dos sete previstos, quatro fora, concluídos.

MUDANÇAS

A presidente da Comissão também apresentou um esboço do PPR 2020, que deverá trazer algumas mudanças, com critérios pré-definidos para o recebimento da premiação, o que ainda será apreciado pela Diretoria e Conselho de Administração.

A ideia é que somente esteja apto a receber o PPR na próxima edição, o empregado que realizou o curso obrigatório do Comitê de Ética, previsto na Lei das Estatais.

Na D-2, será escolhido um indicador prioritário, que caso não seja atingido, reduzirá a pontuação. Para a D-3, os responsáveis pelos projetos deverão observar se estes não dependem prioritariamente de agentes externos, o que tornaria sua aquisição inviável.

Com informações da CAERN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *