Sindágua/RN propõe diálogo sobre a terceirização da Leitura CAERN

A CAERN vai terceirizar a leitura da Empresa. O anuncio foi feito na tarde de hoje, dia 26/07, pelo diretor-presidente da Companhia, Roberto Linhares. A decisão foi tomada de forma unilateral, ou seja, sem a participação da direção do Sindágua/RN no processo.
 
É lamentável a forma com que a gestão da CAERN vem conduzindo os destinos da Empresa. A privatização e a terceirização não são sinônimos de modernidade. Há tempos vários serviços da Companhia vem sendo desenvolvidos por empreiteiras e locadoras de mão de obra com resultados sempre no mínimo questionáveis sob ponto de vista econômico e qualidade no atendimento para a população.
 
O Sindágua/RN lembra que a terceirização da leitura foi tentada em 1997. O resultado não poderia ser mais desastroso para a CAERN. A Empresa foi inunda com ações judiciais de consumidores, aumento no custo de operação do serviço e quada na receita da Companhia. Como o barato saiu caro em menos de um ano a leitura foi novamente internalizada.
 
Desde o início desta semana a direção do Sindágua/RN vem realizando reuniões em várias regionais alertando para investidas privatistas da atual diretoria da CAERN traduzidas pela abertura de capital, terceirizações e Parcerias Público Privadas.
 
O Sindágua/RN vai no início da semana que vem chegar a uma solução negociada ao problema junto a CAERN. Seja qual for o resultado alcançado neste debate vai caber aos trabalhadores a decisão final inclusive os rumos da luta.
 
Audiência foi solicitada há mais de uma semana tanto para diretoria da CAERN quando para a Governadora do RN, Fátima Bezerra, sobre os temas. Contatos políticos com parlamentares também estão sendo realizados tendo em vista a defesa do saneamento público. Seja como for os trabalhadores tem a certeza que não foi este o projeto político eleito nas urnas tanto para a Empresa como para o setor.
 
Todas as opções de luta estão sob a mesa e não estão descartadas. Porém caberá a categoria decidir dentro da perceptiva que o diálogo ainda é alternativa a ser considerada para resolver a situação dos leituristas no que se refere a manutenção de seus direitos e empregos, a população sobre a qualidade dos serviços prestados e a CAERN sobre os impactos econômicos negativos que tal medida vai causar.
 
Somos todos CAERN.
#SindáguaRN #SomosTodosCAERN #LeituristasCAERN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.