Sindágua/RN em “Diálogos Capitais”

A direção do Sindágua/RN esteve ontem, dia 06/12, na sexta edição dos “Diálogos Capitais” que teve como tema “Bancos Públicos sob ataque: desafios, riscos e perspectivas”. O evento ocorreu no Grand Hotel Natal (SERHS), com a presença da governadora eleita Fátima Bezerra, do senador Jean Paul Prates, do sociólogo Jessé Freire e do presidente da Fenae, Jair Ferreira. Evento marca série de ações de resistência ao discurso privatista do atual governo de fatiar as estatais brasileiras e às promessas da futura gestão de vender o que for possível.

Na oportunidade dos debates o presidente do Sindágua/RN, Ricardo André, conversou com a governadora eleita Fátima Bezerra sobre a gestão da CAERN na futura administração estadual. Mais uma vez, a Fátima Bezerra ressaltou que a Empresa se manterá pública porém não adiantou quem assumirá a presidência da Estatal. Segundo ela, “a Companhia será fortalecida e desempenhará uma função determinante em sua gestão”.

Discussões – O debate foi promovido pela Fenae) em parceria com a revista Carta Capital, e já passou por São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Teresina (PI), Rio de Janeiro (RJ) e Salvador (BA). Na edição potiguar, o grupo tratará da onda de privatizações iniciadas pelo Governo Federal, que deve ser acentuada com Jair Bolsonaro, e como isso afeta bancos públicos, cuja função é social.

Ainda participam de “Diálogos Capitais” em Natal o presidente da Associação Comercial e Empresarial do Rio Grande do Norte (ACS), Itamar Manso e os presidentes e diretores de todas as Apcefs, que estão na cidade para a final do Talentos Fenae/Apcef e para a reunião do Conselho Deliberativo Nacional da Federação.

Ainda no dia de ontem os dirigentes do movimento sindical e associativo dos empregados da Caixa fizeram em frente à Agência Potiguar um ato contra o enfraquecimento, o fatiamento e a privatização da Caixa. Este movimento foi realizado pelos empregados da instituição de todo o país no Dia Nacional de Luta em defesa dos bancos públicos.

“Não tem sentido” – Ainda em dezembro, Natal receberá intervenções da campanha “Não tem sentido”, em defesa da Caixa Econômica Federal, realizada pela Fenae. Ações como spots em rádios locais e mídia em ônibus da cidade vão divulgar os principais motes da mobilização: “Não tem sentido fatiar a Caixa”, “Não tem sentido enfraquecer a Caixa”, “Não tem sentido diminuir a Caixa” e “Não tem sentido privatizar a Caixa”.

Lançada em outubro, a campanha “Não tem sentido” tem como objetivo mobilizar os empregados do banco, entidades e a sociedade a fim de mostrar a importância social da Caixa. Além dos atos públicos, a campanha também recebe vídeos da população opinando pela não-privatização ou enfraquecimento do banco. Os vídeos podem ser enviados pelo site www.naotemsentido.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *